Wikipedia

Resultados da pesquisa

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Hora da leitura: poesias para crianças



A CASA



.............................................................................................................................................................

.............................................................................................................................................................
UM BICHINHO DIFERENTE




............................................................................................................................................................

           REBENTA PIPOCA 
 
     REBENTA PIPOCA,
     MARIA SOROROCA.
           SALTANDO BEM LOUCA
      PRA DENTRO DA BOCA.
     REBENTA PIPOCA,
     BRANQUINHA E AMARELA.
     PULA QUE PULA,
NO FUNDO DA PANELA.
QUEM RESISTE AO CHEIRINHO DELA?

Regina Sormani Ferreira 
.........................................................................

A CHUVA

A CHUVA CAIU
MOLHOU A FOLHA
MOLHOU A FLOR
MOLHOU O GALHO

CAIU NA PEDRA
LAVOU O TERREIRO
LAVOU TAMBÉM
O FORMIGUEIRO.

CHUVA FORTE
                 QUE CORRE NA AREIA
                 CHUVA BOA
                 QUE LAVA A POEIRA.
                            [...]

                 Maria de Lourdes Serretti.
.........................................................................

  O MENINO LUXENTO


- MENINO LUXENTO, VOCÊ QUER EMPADA?
-NÃO, MAMÃEZINHA, ESTÁ MUITO SALGADA.
     
 - VOCÊ QUER ASSADO?
- NÃO, MAMÃEZINHA, ESTÁ MUITO TOSTADO.
- VOCÊ QUER SALADA?
- NÃO, MAMÃEZINHA,    ESTÁ MUITO AGUADA.


- VOCÊ QUER PUDIM?
- NÃO, MAMÃEZINHA, ESTÁ MUITO RUIM.

-MENINO LUXENTO,
VOCÊ NÃO QUER NADA?
MENINO LUXENTO,
POIS, TOME PALMADA.

                                                 Arduino Bolivar

.........................................................................

           

PALAVRAS MÁGICAS 

SE VOCÊ QUER SER FELIZ
E AMIZADES CONQUISTAR
QUATRO PALAVRINHAS MÁGICAS
VOU AGORA REVELAR.
           [...]

DIGA SEMPRE A SORRIR
PRA NÃO SER MAL-EDUCADO:
COM LICENÇA, ME DESCULPE,
POR FAVOR, E OBRIGADO!
                                                              PEDRO BANDEIRA
.................................................................

AS FORMIGAS

CAUTELOSAS E PRUDENTES, 
O CAMINHO ATRAVESSANDO,
     AS FORMIGAS DILIGENTES
     VÃO ANDANDO, VÃO ANDANDO...

[...]
ESTA CARREGA A MIGALHA;
OUTRA, COM PASSO DISCRETO,
LEVA UM PEDAÇO DE PALHA;
OUTRA, UMA PATA DE INSETO.

[...] 
RECORDE-VOS TODO O DIA
DAS LIÇÕES DA NATUREZA:
O TRABALHO E A ECONOMIA
SÃO AS BASES DA RIQUEZA
    


                                           OLAVO BILAC
 .............................................................................................................


A FLOR AMARELA


OLHA
A JANELA
DA BELA
ARABELA
QUE FLOR
É AQUELA
QUE ARABELA
MOLHA?
                    É UMA FLOR AMARELA
Cecília Meireles
..................................................................

MEU PAPAI


MEU PAI É LEGAL.
ELE GOSTA DE LER JORNAL,
DE JOGAR FUTEBOL
       E DE TOMAR SOL
       [...]


ME BEIJA, ME ABRAÇA.
É O MEU MELHOR AMIGO...
E, ESTANDO EM CASA,
      SEMPRE BRINCA COMIGO!

REGINA VILLAÇA
..................................................................

FESTA DO PAPAI
PARA O MEU PAPAI AMADO
UM PRESENTE FUI COMPRAR
MAS NA LOJA NÃO HAVIA
O AMOR QUE QUERO DAR!

_ ESCUTE, PAPAI DO CÉU
O PEDIDO QUE LHE FIZ:
AO MEU PAPAI DÊ SAÚDE
E UMA VIDA FELIZ.

ELLY LIRAS
..................................................................


MEU PAI 
MEU PAI É LEGAL.
ELE GOSTA DE LER JORNAL,
DE JOGAR FUTEBOL 
E DE TOMAR SOL.
[...]
 


ME BEIJA, ME ABRAÇA.
É O MEU MELHOR AMIGO...
E, ESTANDO EM CASA,
SEMPRE BRINCA COMIGO!


REGINA VILLAÇA
.................................................................

UM BICHINHO DIFERENTE




ERA UMA VEZ
UM BICHINHO DIFERENTE
ELE ERA MUITO ESPERTO
E TAMBÉM INTELIGENTE





TINHA 26 PATINHAS
CADA QUAL COM UMA LETRINHA 
E POR ONDE ELE PASSAVA
NASCIA UMA PALAVRINHA.




O NOME DELE EU NÃO SABIA
AINDA BEM QUE DESCOBRI
_ ALFABETO! _ ELE DISSE.
E EU NUNCA MAIS ESQUECI.

PRISCILA RAMOS DE AZEVEDO
..................................................................